Receba um bónus de até R$4800. Registe-se no Jackpot City Casino já!

Combinação de resultados na Alemanha leva a prisão

Recentemente, um escândalo de combinação de resultados de futebol na Alemanha levou à prisão de três sujeitos, que alegadamente terão beneficiado de acordos de combinação de resultados em sites de apostas.

Combinação de resultados na Alemanha

Fonte: Jw Wu (flickr)

Segundo o que consta de relatórios do tribunal e declarações de entidades relacionadas com este caso, três sujeitos de nacionalidade alemã terão estado envolvidos em esquemas de combinação de resultados. Estes esquemas estariam em funcionamento há já alguns anos e envolveriam alguns jogadores de futebol de clubes bem conhecidos do campeonato alemão. Foi ainda referido que este esquema tomou proporções a nível europeu, podendo ter havido influência de resultados.

O modelo do esquema em questão terá sido semelhante aos esquemas normais do género, que envolvem o pagamento de quantias em dinheiro para obter determinados resultados. Segundo o que consta, os três indivíduos agora condenados teriam contatos com jogadores, que eram como uma espécie de clientes. Estes jogadores recebiam quantias em dinheiro elevadas para tentarem forçar determinados resultados em jogos, e assim os três alemães detidos conseguiam ganhar mais em sites de apostas apostando nesses mesmos resultados.

A identidade dos três detidos não é conhecida de forma exata, sabendo-se que dois deles eram operadores de lojas de apostas (referido o nome de um deles em documentos do tribunal como Stevan R.), e o outro era um apostador regular (referido com o nome Tuna A. nos mesmos documentos).

As penas aplicadas estão entre os três anos e os três anos e onze meses para os três sujeitos. A detenção e consequente julgamento culminaram de um processo em que eram citados 18 jogos a nível europeu, embora não tenha ficado provado de forma clara o envolvimento de jogadores específicos e até que ponto as suas ações possam ter tido alguma influência nos resultados dos jogos em questão.

Comentários

Deixe um comentário