Receba 10€ grátis no primeiro casino online legal em Portugal. Registe-se no Estoril Sol Casinos já!

Entrevista com o Bruno do Aposta Ganha

A maioria das pessoas que jogam regularmente online já ouviram falar do Aposta Ganha, um dos sites de apostas desportivas portugueses mais proeminentes.

Aposta GanhaO site tornou-se uma referência na indústria e uma grande fonte de informação sobre tudo relacionado com o jogo. Os visitantes podem manter-se a par das notícias bem como ler prognósticos escritos por especialistas na area.

Tivemos o prazer de realizar recentemente uma entrevista com Bruno Coutinho, o homem por detrás do Aposta Ganha. O Bruno respondeu às nossas questões e ofereceu-nos um olhar mais proximo do trabalho envolvido neste portal de sucesso.

Olá, Bruno. Obrigado por dar algum do seu tempo para falar connosco. O seu site tornou-se uma referência em informação sobre apostas desportivas no mundo de lingua portuguesa. Pode dizer-nos quando começou o site e qual foi a sua motivação para o fazer?

O projeto Aposta Ganha surgiu há vários anos, em Setembro de 2005. Mas antes de me ter ocorrido a ideia do Aposta Ganha eu já há longos anos que jogava poker online. É muito diferente das apostas desportivas mas deu-me um enorme handicap aquando da mudança de ramo, pois as formas de pagamento e de inscrição são em muito semelhantes ao poker online.

Posto isto, dei por mim, como a todas as pessoas que vivem em Portugal, a ser bombardeado com os anúncios da Betandwin (agora bwin) e das apostas desportivas, tanto a nível da liga portuguesa de futebol como através dos anúncios nos meios de comunicação.

Amante de desporto como sou, foi um simples passo deixar o poker online para passar para as apostas desportivas.

Com as apostas desportivas comecei a estudar os jogos em que apostava com muita antecedência procurando informações privilegiadas que me ajudassem a escolher as apostas.

Na altura tinha um fórum de informática, speedwayInformatica (já fechou) e de imediato lembrei-me de criar um fórum de apostas onde não só pudesse compartilhar as minhas previsões (picks) como discutir as previsões dos outros e todos em conjunto escolher as melhores apostas e jogos.

Quando começou, alguma vez imaginou que o Aposta Ganha se tornaria tão popular?

Nunca na vida, mas como em todos os projectos em que entramos, sempre tinha aquela ponta de esperança que todos temos quando começamos algo: “Será desta?”

Aprendi algo muito importante, especialmente neste ramo, o online. Quando somos os primeiros a ter a ideia, não nos desleixamos e continuamos a inovar é muito difícil sair do topo.

O seu site é atualizado constantemente com as últimas noticias e prognósticos desportivos. Isto deve exigir muito esforço e tempo. Quantas pessoas colaboram na manutenção do site?

Pessoalmente ocupa-me 15 a 18 horas diárias. Tenho muitos sites, mas é o Aposta Ganha onde se concentra quase todo o meu esforço e trabalho. Tenho alguns membros do fórum a colaborarem e uma empresa de hospedagem e design a trabalhar comigo via outsourcing.

O site tem também um forum bastante ativo. De uma forma geral, as pessoas estão dispostas a partilhar informação e dicas para ajudar outros jogadores?

Eu diria que 50% das pessoas ativas no fórum têm vontade de partilhar, a outra metade tem o desejo de as ler.

O espírito de partilha no Aposta Ganha foi algo que fomentei desde o primeiro dia, é fundamental. Aliás como em tudo na vida, se não trabalhar-mos em conjunto dificilmente evoluímos, seja com que ideia for.

Visto o futebol ser o desporto mais popular em Portugal, deve ser também o que mais atrai o interesse dos visitantes. Pode apontar um outro desporto popular entre a escolha do publico português nas apostas desportivas?

Sim, o futebol é claramente o desporto mais procurado e onde mais se aposta. Mas há mais 3 desportos que movimentam muitas apostas, e por ordem de importância, o ténis, a NBA e a NHL. Atualmente estou a assistir a um boom nas apostas para desportos de artes marcias, nomeadamente a UFC.

A maioria dos visitantes são homens? Ou em Portugal as mulheres também estão interessadas em apostas desportivas?

Não diria a maioria… diria quase 100% de público masculino. Tem aparecido esporadicamente um ou outro membro do sexo feminino, mas um a cada 500 membros, diria eu.

Também por isso tive a ideia de convidar uma amiga para falar de apostas numa crónica do Aposta Ganha. Assim nasceu a crónica “Apostas no feminino” da autoria da Sofia Jardim, que tem tido muito sucesso, mais agora que passou para o formato vídeo.

Agora uma pergunta mais pessoal. O Bruno também aposta?

Obviamente. Todos os dias. Nem que seja só uma para “matar o bichinho”, é o passatempo preferido. É uma experiência que nunca cansa, apostarmos num jogo e a seguir, ou durante, acompanharmos o jogo via TV ou ao vivo mesmo. É o dobro do prazer/adrenalina quanto temos umas “moedas” investidas nesse mesmo jogo.

De acordo com a sua vasta experiência, quais são as principais qualidades de bomum jogador de apostas desportivas? Qual a importância de seguir as notícias e obter informação privilegiada sobre equipas e jogadores?

Informação e experiência. Informação é ouro, experiência é prata.

Todo o apostador que está em cima dos acontecimentos em termos de informação no desporto ou nas equipas em que aposta, tem logo um edge em relação a todos os outros. Basta um exemplo muito simples: se eu sei que o Barcelona não pode contar com o Lionel Messi para determinado jogo fico logo na posse de um dado absolutamente fundamental que me pode afastar de apostar nesse mesmo jogo.

A experiência é quase tão ou mais importante. Ao longo destes mais de 8 anos a apostar, eu sei em que ligas há mais golos, sei que equipas marcam mais golos e por ai adiante, são dados infindáveis.

Muito obrigado pelas respostas às nossas questões. Foi um prazer falar consigo. Tem algum conselho para deixar a quem está a pensar começar a apostar online?

Tenho e muito importante: cabeça. Vejo muita gente a entrar no jogo online à procura do dinheiro fácil e rápido, e com o pensamento que vão ficar ricos depressa. Erro crasso, são os primeiros a perder o que tinham para apostar. As apostas são uma maratona, não uma corrida dos 100 metros.

Foi um prazer dar esta entrevista.

Comentários

Deixe um comentário